QUEM SOU - Infância ConTato

Luana Araújo, Arte Educadora.

A maternidade me virou do avesso (sei que não sou a única, rs).

Eu, que já vivia da arte, do trabalho e acompanhamento de mães, bebês, famílias e espaços infantis, dei uma pausa na minha vida profissional para poder acompanhar o primeiro ano de vida do meu filho mais novo, Aión.

Esta é a volta.

Depois da segunda gestação. Depois do pequeno completar um ano. Depois da necessidade imensa de voltar pra mim!

E voltam…

Os projetos de dança e acompanhamento consciente do movimento para o parto, as aulas de dança para mães e bebês, os espaços de jogo e movimento livre para as crianças, as comunidades de mães, e cursos e grupos de estudos para profissionais. Ufa!

Infância ConTato são 20 anos de atuação profissional com a primeira infância.

Seja bem vinda!

Vamos juntas?

Este projeto, mesmo que com outro nome, teve início em 1998, com o nascimento da minha primeira filha.

Eu já era estudante de educação e, paralelamente, estudava dança. E teatro. E música. E artes…

A pedagogia não me bastava e aquele modelo de educação não me parecia confortável.

A dança me parecia o caminho e desde então entendo e defendo que toda educação passa pelo corpo e pelo movimento. Que quem educa marca um corpo, afeta. Afeto.

E desde então, só acredito numa educação que venha do afeto. Do Tato. Do Contato. Da experiência multisensorial do toque e do ritmo natural do movimento de cada um.

Disso, nasceram muitas coisas…

Uma forte e profunda pesquisa nas Danças Brasileiras de origem negra, e como levá-las para dentro do ambiente escolar. Vieram também os primeiros projetos de arte educação para professores de educação infantil.

Disso, atuação em muitos grupos – como Abaçaí Balé Folclórico do Estado de São Paulo, Cia de Artes do Baque Bolado, e RodaGira, no qual também fui diretora e tive oportunidade de viajar pela primeira vez para a FRança, participar de um festival de artes, representando as danças do Brasil (que honra!)

Vieram também as formações… Muitas em arte educação, dança, dança contemporânea e educação somática. Mas também Psicologia. E Criação com apego, Disciplina Positiva, Fisioterapia, Shantala, Educação…

E sempre a dança. E as crianças… e depois os bebês… e com eles suas mães… muitas adotivas… e suas necessidades de vínculo.

Assim nasceu o Danza-à-Porter. Um projeto de dança para mães e mães com seus bebês.

Para entender melhor esse corpo, cursos de doula e educadora perinatal.

Estudos e pesquisas na abordagem Pikler, Antroposofia, e Pedagogias do cuidado e emancipatórias. Espaços de brincar. Movimento livre! Achei!

Me encontrei!

Onde nasce o movimento? Como, e de que forma?

E quando o movimento ainda está dentro?

Muitas pesquisas, muitos cursos e cinco anos vivendo em Barcelona, conhecendo escolas e contextos que aplicam, na prática, os princípios daquelas pedagogias…

A volta com um bebê.

A pausa.

A volta com um bebê!

E agora, Infância ConTato. Contato. Com Tato.

Luana, Mãe

Fui uma mãe muito jovem.

Minha primeira gestação, ainda adolescente me fez conhecer e me aproximar do universo infantil desde muito cedo.

Minha filha me acompanhou por todos os lugares… aulas, cursos, festas, espetáculos, viagens…

Mas que diferença, depois de 20 anos, gestar novamente.

Dessa vez uma gestação planejada, muito desejada, ao lado de quem queria e se preparou para esse momento tão especial ao meu lado.

Entre um e outro foram muitos aprendizados, muitas mudanças e muito amadurecimento.

Vieram novas informações e novas práticas. Uma relação cada vez mais estreita com a infância. E com o corpo, e com o movimento… Com o brincar e o movimento livre, até chegar na preparação ao parto , primeiro espaço de experiências corporais do bebê.

E assim, mãe de dois, agora conto e divido com outras mães esse caminho tãao louco – E TÃO DOCE! – que é a maternidade!